quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Je repars à zéro

É estranho???

Esses dias eu estava aqui matutando meus pensamentos, e fiquei meio na dúvida do que pensar...
Vou tentar explicar...
Apesar de gostar moderativamente de ler, não tenho tido paciência pra ler muito, então tenho lido livros pequenos em prazos muito longos... Ultimamente estou lendo Douglas Adams, mas como estou no 4º de 5 livros da sério do Guia do Mochileiro das Galáxias...
Como estou acabando, estava procurando outras coisas pra ler depois, pensei nas Crônicas Vampirescas, da Anne Rice. Mas sei lá, vampiros gays né...
Aí me deu vontade de ler "O lado bom da vida" e "Se eu ficar"... mais livros gays...
Entenderam onde quero chegar?
Ultimamente meu gosto pra livros, filmes, músicas, ta meio estranho, tenho escutado muito Avril Lavigne, Pitty, Backstreet Boys, Katy Perry...
Tenho assistido muitas comédias românticas, "Simplesmente Amor", "Amizade Colorida", "Como perder um homem em 10 dias"...
Sem contar que to pensando em ver "Diários de uma paixão" e "Amor a toda prova"
Enfim...

Ta no mínimo estranho isso, é normal não...

Mudando um pouco de assunto...

Umas semanas atrás conheci umas gurias, não citarei nomes porque acho que isso não vem ao caso...
Mas às vezes acho que to ficando meio afim de uma delas...
Gostaria de ficar com ela?
Acho que não, sei lá. Acho que não to numa fase de ficar com alguém...
Se for pra só ficar pelo menos acho que não...
Pensando em voltar a namorar sabe?
Sei lá... Tenho que pensar um pouco mais sobre isso...

Bom, acho que vou ficando por aqui hoje ^^
#vlwflwartiu

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Pretty woman... walking down the street...

Eita que hoje temos um desafio.
Falar sobre Mulheres!
Sei nem por onde começar...

Acho que o mais fácil vai ser colocando primeiro as minhas definições do que é uma mulher, lembrando que isso é o que se passa na MINHA cabeça, e qualquer ofensa que você leitor(a) venha a ter, não é culpa minha, não venha dar uma de ateu chato pra cima de mim querendo me convencer do SEU ponto de vista, aceite que eu sou assim...

Mulheres: criaturas feitas com um único e simples propósito...
DAR DOR DE CABEÇA!

Explico...
Por que o sim ás vezes tem que ser entendido como não? Não dá pra usar a palavra "não"? Tem que ser, "aham", "talvez" ou "você que sabe"?
Não da pra simplificar, ser prática?
Tem que complicar as coisas?
Isso vale pra você aí que finge ser o que não é, conheço muita gente que se finge de santa, mas quando ta conversando comigo, consegue dizer coisas que me deixam completamente desconcertado...
Mas isso não vem ao caso...
De onde vêm essa coisa/crença de que "mulher tem que ser meiga e sensível" ?
Ela não pode se comportar como uma pessoa qualquer à qualquer momento?
Tem que fingir ser uma verdadeira dama a todo instante?
Não pode chingar um pouco, falar sobre sexo da maneira que achar melhor?
Por que isso de ficar com vergonha em abordar certos assuntos?
Hoje em dia isso parece algo tão... antiquado...
Sei lá, é como se houvesse uma ceita secreta que todas elas fazem parte e vão ser excluídas se quebrarem os votos...
Tem uma amiga minha que diz que tudo isso, se resume em uma frase "falta de rola" XD
Diga-se de passagem, estou escrevendo esse texto no escritório, onde estou quase que completamente cercado por esses seres...
Tem gente que diz que mulher é um bixo complicado, que não diz o que quer dizer, que prefere fazer joguinhos a ir direto ao ponto...
Eu concordo, mas também discordo...
Concordo que as mulheres são assim, PORÉM! MAS! NÃO OBSTANTE!
Só porque você homem/animal/burro/jumento (não entenda nada disso como elogio), deixa as trata esperando esse tipo de comportamento, por exemplo, se ela faz uma vez, e você fica "ok" com isso, é mais do que óbvio que a fêmea fará isso com frequência, se já logo de cara você já der aquele berro "desembucha minha fia, ta com o cu prendendo?"
De duas, uma.
Ou ela para de falar contigo.
Ou contigo ela vai ser direta...
Mas não, você, animal, não fala assim, porque dizem que "se deve falar com mulheres de forma delicada", eu mando tudo ir à merda -.-'
Ora, porra...
Por que cargas d'água tenho que falar de forma "delicada"?
Ahpaputaquepariu!
Vou tratar igual trato qualquer pessoa, claro que respeitando os limites de brincadeiras, tem pessoas com limites maiores e menores, brincadeiras que a pessoa aceita e que não aceita.
Mas isso é particular ao indivíduo, não ao gênero.
Mudando um pouco o foco do assunto...

MInha amiga fiel irmã camarada... Deh...

Diz que se ela aparecer careca na minha frente um dia, eu não vou perceber...
E não vou mesmo, nela eu não fico reparando muito, temos uma relação estranha, como se fossemos casados o.O'
Mas nas garotas em geral eu reparo bastante, corte de cabelo, roupas que usou durante a semana, cor do batom, as vezes ate das unhas...
O que mais tem pra falar?
Não da pra falar de muita coisa, sem usar pessoas que conheço como exemplo, e como são pessoas com comportamentos muito específicos, que estão ou não ligados ao gênero, acho melhor não comentar sobre isso até porque ela iria saber que era dela que estou falando, o que não dizer que eu estaria escrevendo algo bom...

Então acho que vou encerrar isso por aqui hoje .-.

#vlwflwpartiu

domingo, 3 de agosto de 2014

Agora, pra sempre... foi embora mas eu nunca disse adeus...

Não sei você vai ler isso, mas acho que vai ser a única forma de talvez me comunicar com você...

Um tchau não teria te matado ^^


#vlwflwpartiu

quinta-feira, 24 de julho de 2014

A woman walking by! A drop in the water! A look in the eye!

The coldest blood runs trought my veins, you know my name...

Yeah, a door left open
A woman walking by
A drop in the water
A look in the eye
A phone on the table
A man on your side
Or someone that you think that you can trust
Is just
Another way to die!

Hoje resolvi falar sobre o meu modo de ver o mundo, como funciona a minha mente, então este post não terá um assunto específico, ficarei aqui escrevendo sobre qualquer coisa que me vier a mente, então sei se o texto ficará muito longo ou muito curto...
SAI DA FRENTE QUE ATRÁS VEM GENTE! (2Fast2Furious)

Fiquei aqui uns 2 minutos pensando sobre como iria começar isso, então vi o pessoal ali na impressora e resolvi falar sobre como as impressoras dessa empresa me odeiam, não adianta, toda vez que eu vou imprimir algo eu tenho que instalar os drives dela de novo, tenho que selecioná-la como padrão, tenho que excluir os drives de outras impressoras de outros andares e prédios que trabalhei se não, simplesmente não funciona, sem contar que toda vez eu tenho que alterar a minha senha de acesso nas propriedades da impressora, pois ela não grava a senha que uso, até hoje eu não sabia qual era a senha padrão cadastrada, tentei de tudo... "1234, 4321, 0000" tentei todas as senhas que já usei nas impressoras da empresa, até que hoje descobri "1111", sacanagem, não podia ser "0000" ? Precisava dificultar a minha vida, agora eu tenho certeza que o pessoal que trabalhava comigo na T.I. não gostava de mim, em específico a galera da empresa que presta serviços de impressão e suporte a impressoras, à qual não citarei o nome porque acredito no "falem bem ou falem mal, mas falem de mim", então não farei nenhum tipo de jabá à eles... #ChupaEssaManga!
Fui pensar em impressoras com vontade de me irritar, já imagino a Skynet entrando em ação, só falta aparecer uma bola de raios e dela sair um homem com 2m de altura e 140kg de puro músculo, nu, dizendo que veio me matar ou me salvar de um futuro em que a humanidade é escrava das máquinas...
Por falar em máquinas, ontem eu vi uma reportagem sobre cães que dirigem carros na Nova Zelândia, eles passam por um adestramento e treinamento com 7 meses de duração, e os cachorros sabem dirigir, você têm noção de como isso me ofende? Eu tenho quase 20 anos e nunca dirigi um carro!
A última vez que me senti tão ofendido foi assistindo Tv, pra ser mais específico ao canal TNT, era sábado à noite e eu estava assistindo "As panteras detonando", quando em um dos comerciais aparece o Hulk, e a narração "O Hulk tem 3m de altura, pesa mais de 1 tonelada, é verde, e tem um sério problema no controle de suas emoções, mas ele tem uma namorada! E você, oq ue estava fazendo em casa num sábado à noite?"
Na hora eu desliguei a tv, fui pra minha cama, deitei em posição fetal e fiquei ali me odiando até dormir.

Acho que um bom tópico para abordar agora é o título deste post "The coldest blood runs trought my veins, you know my name"
Caso alguém aí não saiba, esse é o treco que da nome à música "You know my name - Chris Cornell" main theme de "007 Cassino Royale" primeiro da trilogia 007 com Daniel Craig, apesar de eu gostar muito dos filmes do Pierce Brosnan, os do Daniel Craig são meus favoritos, e ao contrário do que dizem muitos críticos, ali eu realmente vi um desenvolvimento de personagem, um desenvolvimento de roteiro, e havia sim todos os elementos dos filmes clássicos do 007.
Mas então, sobre o que eu estava falando mesmo?
Ah sim, sobre a música, na verdade sobre as 3 main themes da trilogia Daniel Craig "You know my name", "Another way to die" e "Skyfall".
Apesar que Skyfall não se encaixa tanto no que vou falar, então exclua ela da lista.
You know my name, fala sobre você arriscar o que você tem, que para conseguir o que se quer, é preciso arriscar, e que mesmo que você ganhe, aquilo pode não ser o suficiente.

"Arm yourself because no one else here will save you
The odds will betray you
And I will replace you
You can't deny the prize it may never fulfill you
It longs to kill you
Are you willing to die?
The coldest blood runs trought my veins
You know my name".

Ou seja, seria basicamente:

Se prepare, pois aqui ninguém vai te salvar
As chances vão te trair
E eu vou te substituir
Você não pode negar
O prêmio pode nunca te satisfazer
Isto vai acabar te matando
Você está disposto à morrer?
O sangue mais frio corre nas minhas veias
Você sabe meu nome"

Afinal de contas, a vida não é assim?
Você colocar todas as suas fichas em algo, e torcer pra dar certo, ou então ir lá e fazer dar certo?
Não é igual Game of Thrones?
Ou você ganha, ou você morre?
Eu prefiro pensar que, morrer você vai de qualquer jeito, então faça bom proveito do seu tempo vivo.

Falando em morte vamos a "Another way to die".
Gosto de entender essa música como sendo uma mensagem sobre como a vida é frágil, sobre como qualquer coisa pode te matar, sobre como você pode estar andando na rua, e uma bala perdida disparada a 2km de onde você está, pode acabar te atingindo antes mesmo de você ouvir o som do disparo.
O que me leva de novo a conclusão, se você não sabe quando vai morrer, aproveite o tempo que você está tendo.

Acho que por hoje chega né...

Já brisei demais ninguém deve ter entendido nada :p

#vlwflwpartiu

quarta-feira, 4 de junho de 2014

It's a refresing cold... A revigorating cold... Lord its's cold!!!!

Voltando aqui depois de muito tempo sem postar nada, mas há uma explicação para isso...
Não que alguém aqui se importe, mas tem ué...

Eu estava de férias *-------*
E o post de hoje será sobre isso, irei resumir aqui os fatos que ocorreram nesse período de 20 ~ 30 dias...
Tudo começou no dia 9 de maio...
Quando fui assinar a papelada das férias no RH da empresa, quando descubro que me roubaram 10 dias das férias, porque o mue ex-gerente, nao havia feito a alteração para os 30 dias que pedi, e portanto o RH só liberou 20 dias de férias...
Depois que eu desisti de discutir com o pessoal de lá, peguei os 20 dias pra não mandar ninguém ir a merda...
A partir daí as minhas férias se resumiram à seguinte rotina: "Cama, banheiro, cozinha, pc, cozinha, pc, cama, pc, cozinha pc", até o final do mês quando resolvi ir pra Campos do Jordão.

Aí você deve estar pensando "Pow, maneiro, lugar bacana, é legal viajar."
Sim, concordo, o não legal é você não ter com quem ir, e acaba indo com seu pai, madrasta e a filha da dita cuja...
Menos legal, quando alugam uma pousada num dos piores lugares da cidade...
Pior, quando o povo fica de pão duragem pra comer...
E não adianta você se oferecer pra pagar, porque eles são orgulhosos demais...
Então, foi o sábado comendo feijoada num muquifo desgraçado pé sujo salafrário com uma comida ordinária, venhamos e convenhamos, ali tinha a melhor calabresa frita que já comi na minha vida, mas não vale o sofrimento...
E ainda, caro para o que era oferecido, R$ 20 só pra vc colocar suas patas ali dentro, e tudo isso, porque se recusaram a comer na churrascaria top de linha que tinha em frente que cobrava R$ 50 por pessoa.
Até aí "tudo bem", a merda mesmo começou no passeio pela cidade, com criança gritando e falando mais do que um ser humano é capaz, com uma criatura querendo parar pra tirar fotos a cada 2min, ficam parando em todas as lojas e restaurantes pra olhar os preços nos cardápios... Isso em si não me incomoda, mas quando você sabe que eles não vão parar pra comer, nem vão comprar nada, me irrita...
Até que finalmente param em uma loja de chocolates, para realmente comprar algo, mas adivinha?
Compram os chocolates mais chechelentos da loja, aqueles que ficam a granéu, e todo mundo enfia a mão ali pra pegar um e comer sem pagar nada...
Me recusei a comer mais de 1 daquele chocolate.
Aí voltamos pra pousada no pico da neblina, aí já tinha tocado o dane-se e fui dormir...
Deu pra descansar umas 3 horinhas quando fui acordado por uma criança cantando e correndo pelo quarto, até que desisti de dormir e já levantei, e fui me arrumar pra dar uma volta na noite da cidade, saímos da pousada e voltamos a Capivari (Centro turístico de Campos do Jordão).
Chegando lá, outra revolta com preços, voltas e mais voltas com o povo reclamando dos preços e do frio, até que acabamos comendo num botequinho salafrário ordinário pé sujo 400x pior q o Ceza's Restaurante (onde almocei) o nome daquele buraco era Pizza² ou Pizza ao quadrado, algo assim...
O grande diferencial é que o pedaço de pizza era quadrado...
A pizza estava muito boa, a massa crocante porém macia, o recheio estava bom...
Mas o lugar era horrível...
E pra completar, minha madrasta resolve passar mal nesse período noturno, sei la o que ela tinha, ou tem, até mesmo porque eu não me importo, mas whatever...
No dia seguinte durante a manhã eles queriam sair pra comprar lembrancinhas e umas coisas whatever, resolvi ficar no quarto dormindo, e posso dizer que esse foi o ponto máximo da viagem, foi o melhor momento, onde eu realmente consegui curtir alguma coisa.
A viagem de volta, foi uma merrrrrrrrrrrrdaaa...
Por que?
Porque tinha a criança cantando, meu pai reclamando
dos preços, e a madrasta falando que queria ir no banheiro (Isso 20 minutos depois de sair da pousada, quando já estávamos na BR 383 de volta pra São Paulo, foram 2h de viagem com ela reclamando, e eu que durante a semana tinha tido prisão d eventre, e estava literalmente tendo contrações de parto ali, não estava reclamando, estava tudo numa boa).
Aí ontem voltei ao trabalho, cheguei a ONG que tinha que ir, e descobri que ontem espeficicamente, ela estava fechada.
Eu fui para o escritório trabalhar? Aham, vai nessa...
Voltei pra casa e fui jogar Battlefield 3 XD
Em resumo, essas foram minhas férias, uma merda eu sei...
Mas, é o que tem pra hoje né...
#VlwFlwPartiu